SEJAM BEM-VINDOS !!!
Componentes Hidráulicos 

Da Linha Agrícola a Industrial

Linha Agrícola

Linha Agrícola

Doosan

CAT
Linha Industrial
Linha Industrial 2


Alguns de Nossos Clientes
Produtos e Serviços
Dicas de Hidráulica
DICA 1
TAMANHO DA MANGUEIRA (SIZE)

Ao montar um flexível em um sistema hidráulico sempre observe o tamanho (size) da mangueira, é muito importante porque ele determina a velocidade em que o óleo passa por ela.  Uma mangueira inadequada no seu tamanho menor ou maior que o recomendado podem causar alta temperatura, velocidade no fluido e excesso de pressão, ocasionando vazamentos, ineficiência ou mesmo danos ao sistema hidráulico.

DICA 2
TEMPERATURA

A temperatura  deve sempre ser observada, os efeitos de ambas as temperaturas (do ambiente e do fluido) afeta enormemente a vida útil da mangueira, ocasionando rupturas prematuras e inúmeros vazamentos.

O mercado hoje oferecem uma enorme gama de tipos de mangueiras para fluidos e suas bases incluindo nesta linha materiais com PTFE, Teflon e Inox.

DICA 3
APLICAÇÃO DO FLEXIVEL NO SISTEMA HIDRÁULICO

Saiba identificar as necessidades específicas de sua aplicação. Para isso, observe as seguintes variáveis: Impulso, ciclo de carga , o tipo do reforço metálico se reforço em espiral que suporta mais impulsos elevados e vários ciclos de carga, ou reforço em tramas mais flexível mas com menos capacidade de carga, a robustez de sua cobertura e resistência a abrasão, se necessário utilizando molas plásticas ou luvas de recobertura e o raio de curvatura ao ser instalada em um espaço reduzido ou apertado, dando preferência para tipos de maior flexibilidade e com menor raio de curvatura ou utilizando adaptadores para uma maior eficiência na condução dos fluidos.

DICA 4
FLUIDO

Deve sempre considerar é a compatibilidade do fluido com os materiais da mangueira. Uma mangueira hidráulica é composta por tubo interno, camada de reforço e cobertura externa. Após a montagem, as conexões e vedações também estarão sujeitas ao contato com o fluido conduzido por ela – concluindo que, a compatibilidade química deve cobrir a totalidade do conjunto. Caso contrário, poderão ocorrer bolhas na cobertura da mangueira, erosão ou falhas capazes de contaminar e danificar todo o sistema.